Jump to content

Brazil Division

SBBR [PT-BR]
 Share

Introdução
Revision: 26 Mar 2022
ICAO Nome  Órgão ATC  SSR  Tipo de Operação
SBBR Presidente Juscelino Kubitschek TWR / GND / DEL 0111-0130 VFR / IFR 

Propósito

Este documento descreve os procedimentos a serem utilizados pelo Serviço de Tráfego Aéreo do Aeroporto Internacional de Brasília (SBBR). Os procedimentos descritos aqui são suplementares aos procedimentos aplicados pelo DECEAunknown.png

Abrangência

Estes procedimentos devem ser observados e aplicados a todos os membros que estiverem operando em SBBR, especialmente ao ATC, mas não exclusivamente.

Desvios Procedimentais

Situações excepcionais, ou incomuns, podem necessitar de desvios procedimentais, ou procedimentos complementares aos relacionados a seguir. Para tais situações, é extremamente importante que se utilize o bom senso para que se encontre a solução mais adequada.

 Share

Posições Operacionais
Revision: 06 Mar 2022
Posição Indicativo de Chamada Frequência ID
Torre Torre Brasília 118.100 BR1
Solo Solo Brasília 121.800 BR2
Tráfego Tráfego Brasília 121.000 BR3
Posição Indicativo de Chamada Frequência ID
Controle Controle Brasília 129.150 WR1
Posição Indicativo de Chamada Frequência ID
Centro Centro Brasília 126.750 BS1
 Share

Autorização ATC
Revision: 06 Mar 2022
AEROVIA SID TRANSIÇÃO
UL452 ESBUX 4A DOLVI
UM403 PAPID 1A SIREM
UM532 ROMIK
UM668 GNV
UZ18 PANOK 3C USESO
UZ19 SELDI 1A -
UZ2 [NORTE] ESBUX 4A DOMLI
UZ2 [SUL] SEMDU 1A MAVNI
UZ24 ESBUX 4A DOLVI
UZ25 DOTKA
UZ26 KOGLI
UZ27 PANOK 3C SAPRU
UZ32 KOMGI -
UZ33 ESBUX 4A PAPES
UZ35 SEMDU 1A MUGIS
UZ40 ESBUX 4A PAPES
UZ5 [NORTE] OPSAM
UZ5 [SUL] SEMDU 1A EDMIN
UZ51 PANOK 3C USESO
UZ59 ARPON
UZ6 SEMDU 1A NIMKI
UZ76 ESBUX 4A KOGDI
AEROVIA SID TRANSIÇÃO
UL452 KOTVU 3B DOLVI
UM403 MOXOB 3B SIREM
UM532 ROMIK
UM668 GNV
UZ18 KOTVU 3C USESO
UZ19 SIGER 1A SELDI
UZ2 [NORTE] KOTVU 3B DOMLI
UZ2 [SUL] LIVEV 1B MAVNI
UZ24 KOTVU 3B DOLVI
UZ25 DOTKA
UZ26 KOGLI
UZ27 KOTVU 3C SAPRU
UZ32 SIGER 1A KOMGI
UZ33 KOTVU 3B PAPES
UZ35 LIVEV 1B MUGIS
UZ40 KOTVU 3B PAPES
UZ5 [NORTE] OPSAM
UZ5 [SUL] LIVEV 1B EDMIN
UZ51 KOTVU 3C USESO
UZ59 ARPON
UZ6 LIVEV 1B NIMKI
UZ76 KOTVU 3B KOGDI
AEROVIA SID TRANSIÇÃO
UL452 TINSI 3A DOLVI
UM403 GAXON 1A SIREM
UM532 ROMIK
UM668 - -
UZ18 UBRUR 2A USESO
UZ19 NEDES 1A SELDI
UZ2 [NORTE] TINSI 3A DOMLI
UZ2 [SUL] GAXON 1A MAVNI
UZ24 TINSI 3A DOLVI
UZ25 DOTKA
UZ26 KOGLI
UZ27 UBRUR 2A SAPRU
UZ32 NEDES 1A SIGER
UZ33 TINSI 3A PAPES
UZ35 GAXON 1A MUGIS
UZ40 TINSI 3A PAPES
UZ5 [NORTE] OPSAM
UZ5 [SUL] GAXON 1A EDMIN
UZ51 UBRUR 2A USESO
UZ59 ARPON
UZ6 GAXON 1A NIMKI
UZ76 TINSI 3A KOGDI

 

AEROVIA SID TRANSIÇÃO
UL452 UTPAS 3B DOLVI
UM403 BOBEM 1A SIREM
UM532 ROMIK
UM668 - -
UZ18 PANOK 2B USESO
UZ19 KIACA 1A SELDI
UZ2 [NORTE] UTPAS 3B DOMLI
UZ2 [SUL] BOBEM 1A MAVNI
UZ24 UTPAS 3B DOLVI
UZ25 DOTKA
UZ26 KOGLI
UZ27 PANOK 2B SAPRU
UZ32 KIACA 1A SIGER
UZ33 UTPAS 3B PAPES
UZ35 BOBEM 1A MUGIS
UZ40 UTPAS 3B PAPES
UZ5 [NORTE] OPSAM
UZ5 [SUL] BOBEM 1A EDMIN
UZ51 PANOK 2B USESO
UZ59 ARPON
UZ6 BOBEM 1A NIMKI
UZ76 UTPAS 3B KOGDI
DIREÇÃO SID TRANSIÇÃO
NORDESTE PANOK3C ARPON
SAPRU
USESO
SUL SEMDU1A MUGIS
NIMKI
MAVNI
EDMIN
SUDOESTE PAPID1A TIPTU
SIREM
GNV
ROMIK
NORTE ESBUX4A OPSAM
DOMLI
DOTKA
KOGLI
DOLVI
GIGTI
KOGDI
PAPES
NORDESTE

ARPON1A

ARPON1B

ARPON
ARPON
SUDESTE KOMGI1A KOMGI
NORDESTE SELDI1A SELDI
DIREÇÃO SID TRANSIÇÃO
SUL LIVEV1B MUGIS
NIMKI
MAVNI
EDMIN
SUDOESTE MOXOB3B TIPTU
SIREM
GNV
ROMIK
NORTE KOTVU3B OPSAM
ILSUL
DOMLI
DOTKA
KOGLI
DOLVI
GIGTI
KOGDI
PAPES
NORDESTE KOTVU2D ARPON

KOTVU2E

FSA

ARPON

SUDESTE SIGER1A SELDI
KOMGI
DIREÇÃO SID TRANSIÇÃO
SUL GAXON1A MUGIS
NIMKI
MAVNI
EDMIN
SIREM
ROMIK
NORDESTE NEDES1A FSA
KOLDA
SIGER
SELDI
NORTE TINSI3A OPSAM
ILSUL
DOMLI
DOTKA
KOGLI
DOLVI
GIGTI
PAPES
KOGDI
NORDESTE UBRUR2A USESO
SAPRU
ARPON
DIREÇÃO SID TRANSIÇÃO
SUL BOBEM1A MUGIS
NIMKI
MAVNI
EDMIN
SIREM
ROMIK
NORDESTE KIACA1A KOLDA
SELDI
SIGER
NORDESTE PANOK2B USESO
SAPRU
ARPON
NORTE UTPAS3B OPSAM
ILSUL
DOMLI
DOTKA
KOGLI
DOLVI
GIGTI
KOGDI
PAPES
PISTA DIREÇÃO SID TRANSIÇÃO
29L NORTE ANPAX2A PANOK
FSA
KOLDA
ARPON
NORTE KOGLI2A KOGLI
SUL LUZ1A ISOPI
OPRAX
29R NORTE KOGLI1B KOGLI
NORDESTE UKENA2A PANOK
FSA
KOLDA
ARPON
11L NORDESTE FSA3A KOLDA
ARPON
LESTE OTAFO1A OTAFO
SUL IRITU1A ISOPI
OPRAX
NORTE NIRDI1A PANOK
KOGLI
11R LESTE KOTVU1A OTAFO
FSA
ARPON
SUL LUZ2D ISOPI
OPRAX
NORTE MIBIS1A PANOK
KOGLI

A frequência a ser chamada após a decolagem deverá obedecer a seguinte lista de prioridade, a depender de qual ATC estará online no momento:

# Posição Frequência ID
1 SBWR_APP 129.150 WR1
2 SBBS_ACC 126.750 BS1
3 FREQUÊNCIA LIVRE 123.45 -

O ATCO deverá informar a frequência de decolagem no momento da autorização do plano de voo. 

NOTA: Caso a aeronave permaneça no circuito de tráfego após a decolagem, ou vá permanecer próximo ao aeroporto; o piloto deve ser instruído a manter a escuta da Torre Brasília após a decolagem.

 

Segundo o DECEA, ROTA PREFERENCIAL é toda "Rota obrigatória, previamente estabelecida de forma colaborativa e publicada pelo CGNA, relacionada ao voo entre localidades de origem e destino ou apenas a um trecho de rota" (DECEA, ICA 100-22, 2018).

Desta forma, o ATC deve SEMPRE consultar as ROTAS PREFERENCIAIS em vigor antes de conectar na posição desejada. Para isso, entre no site do AISWEB para checar tais informações.

Passos para determinar a SID a ser paga:

  1. Caso o APP Brasília (WR1) esteja online, TODAS as SID devem ser fornecidas pelo APP antes da emissão da Autorização ATC;
  2. Utilize as cartas disponíveis no AISWEB para determinar a SID correta baseada no tipo da aeronave e rota.

Todas as Partidas VFR devem ser coordenadas com o APP Brasília (WR1) antes da decolagem. Para tal, é necessário informar:

  • O corredor visual que a aeronave irá ingressar após a decolagem.

De posse dessas informações, o APP Brasília (WR1) será capaz de informar como deve ser a partida da aeronave (se direto para o corredor, ou se seguirá alguma instrução específica).

É importante que a Torre Brasília conheça as posições dos corredores visuais (REA), uma vez que elas poderão ser utilizadas para as aeronaves que partem.

Este é um tráfego diferente do normal. Antes de emitir a Autorização ATC para o tráfego, a TWR Brasília deve questionar as intenções da tripulação. De posse das informações, deve-se coordenar a SID com o APP Brasília (WR1), ou com o ACC Brasília (BS1), caso o APP Brasília esteja offline. Só então a Autorização ATC deve ser emitida.

 Share

Gerenciamento de Solo
Revision: 07 Mar 2022

Posições de estacionamento

Normalmente, as aeronaves que se destinam à SBBR devem atender às seguintes regras para direcionamento de estacionamento:

TIPO POSIÇÃO
Azul 17 - 20
Gol 5 - 16
Latam  24 - 41
Internacionais 1 - 2 (M) | 3 - 4 (M e H)
Cargo 52 - 60 (L e M) | 47 - 49 (H)
Executiva 67 - 70
ATR 49A - 51
Posições Remota e Geral 42 - 46 e 61 - 66
Aeronaves Militares Pátio Militar

 

 Share

Gerenciamento do Circuito de Tráfego
Revision: 26 Mar 2022

TGL em SBBR

Apesar de ser área de responsabilidade da TWR Brasília (BR1), o controlador deverá manter o APP Brasília (WR1) sempre informado da existência de aeronave realizando TGL em SBBR; assim como, quando a aeronave for realizar manobras de 360º na perna do vento, ou estender a perna do vento.

Restrições no Circuito de tráfego

  1. RWY 11L/29R
    1. Aeronaves procedentes dos Setores Oeste, Noroeste, Norte, Nordeste e Leste, deverão entrar no circuito de tráfego pelo setor Norte do aeródromo;
    2. aeronaves procedentes dos Setores Sudeste, Sul e Sudoeste, deverão solicitar autorização à TWR-BR para cruzamento do Aeródromo e entrada no Circuito de Tráfego;
    3. decolagem RWY 11L: Curva à esquerda obrigatória, exceto quando autorizado pela TWR-BR;
    4. decolagem RWY 29R: Curva à direita obrigatória exceto quando autorizado pela TWR-BR;
    5. decolagem da RWY 11L/29R: Iniciar curva após 4000'.

 

  1. RWY 11R/29L
    1. Aeronaves procedentes dos Setores Oeste, Sudoeste, Sul, Sudeste, deverão entrar no circuito de tráfego pelo setor Sul do aeródromo;
    2. aeronaves procedentes dos Setores Noroeste, Norte, Nordeste e Leste deverão solicitar autorização à TWR-BR para cruzamento do aeródromo e entrada no Circuito de Tráfego;
    3. decolagem RWY 11R: Curva à direita obrigatória, exceto quando autorizado pela TWR-BR;
    4. decolagem RWY 29L: Curva à esquerda obrigatória, exceto quando autorizado pela TWR-BR;
    5. decolagem da RWY 11R/29L: Iniciar curva após 4000'.
 Share

Transferência de controle
Revision: 07 Mar 2022

Os tráfegos IFR serão, normalmente, transferidos pelo APP Brasília (WR1), ou pelo ACC Brasília (BS1), caso o APP Brasília esteja offline, quando na final do procedimento IFR.
NOTA: a transferência pode ocorrer em outro ponto, desde que anteriormente coordenado entre APP (ou ACC, caso factível) e TWR.

Sem controle adjacente online

Caso não tenha APP Brasília, ou ACC Brasília, online, a TWR Brasília deve começar a estabelecer contato, através da frequência GUARD (121.5), com o tráfego IFR chegando quando iniciando o procedimento IFR.

Com controle adjacente online

Durante a autorização de decolagem, a TWR BR irá instruir a aeronave a chamar o APP WR, ou o ACC BS (quando o APP WR estiver offline), conforme o exemplo a seguir:

PSGUV, pista 1-1 direita, autorizado alinhar e decolar, vento 1-7-0 graus, 8kt. Após a decolagem, primeira curva a direita e Controle Brasília em 129.15.

PSGUV, runway 1-1 right, cleared to lineup and takeoff, wind 1-7-0 degrees, 8kt. After airborne, first turn to the right and contact Brasilia Control, frequency 129.15.

NOTA: a transferência pode ocorrer em outro ponto, desde que anteriormente coordenado entre APP (ou ACC, caso factível) e TWR.

Sem controle adjacente online

Caso não tenha APP WR, ou ACC BS, online, a TWR deve passar a instrução de troca de frequência também durante a autorização de decolagem, como no exemplo a seguir:

PRMOM, pista 1-1 direita, autorizado alinhar e decolar, vento 2-0-0 graus, 2kt. O próximo controlador está offline. Após a decolagem, primeira curva a direita, e autorizado troca de frequência.

PRMOM, runway 1-1 right, cleared to lineup and takeoff, wind 2-0-0 degrees, 2kt. The next controller is offline. After airborne, first turn to the right and frequency change approved.

Os tráfegos VFR serão, normalmente, transferidos pelo APP Brasília, ou pelo ACC Brasília, caso o APP Brasília esteja offline, quando a aeronave estiver a 1 minuto para a última posição do corredor visual em que se encontra.

NOTA: a transferência pode ocorrer em outro ponto, desde que anteriormente coordenado entre APP (ou ACC, caso factível) e TWR.

Sem controle adjacente online

Caso não tenha APP Brasília, ou ACC Brasília, online, a TWR Brasília deve estabelecer contato, através da frequência GUARD (121.5), com o tráfego VFR chegando quando a ACFT passar a última posição do corredor visual; ou a 15NM de SBBR, caso a aeronave não esteja voando nos corredores.

As aeronaves VFR partindo, que não irão permanecer no circuito de tráfego, devem ser transferidas para o APP Brasília logo após a decolagem, ou para o ACC Brasília caso o APP Brasília esteja offline.

NOTA: a transferência pode ocorrer em outro ponto, desde que anteriormente coordenado entre APP (ou ACC, caso factível) e TWR.

Sem controle adjacente online

Caso não tenha APP Brasília, ou ACC Brasília, online, a TWR Brasília deve autorizar a troca de frequência após a decolagem utilizando a seguinte fraseologia:

PTOMX, decolado aos 06', o próximo controlador está offline, autorizado livrar a frequência.

PTOMX, airborne at 06', next controller is offline, frequency change approved.

 Share

Procedimentos Especiais
Revision: 19 Mar 2022

O Aeroporto de Brasília pode operar, também, o procedimento de Decolagens Paralelas Simultâneas Independentes que consiste em decolagens IFR independentes, o único requisito para a condução de decolagens IFR independentes será a existência de comunicações rádio bilaterais satisfatórias para qualquer outra forma especializada de controle ou especificação de navegação.
 

  • A TWR deverá informar às aeronaves envolvidas na operação de DPSI o sentido da primeira curva após a decolagem. Essa informação, transmitida via fonia ou data link, na autorização de tráfego no CLR e reforçada na autorização de decolagem.
    NOTA: As aeronaves com capacidade data link poderão receber a informação de primeira curva pelo DCL com a mensagem “AFT DEP FST TURN TO RIGHT/LEFT”. NÃO IMPLEMENTADO
     
  • A tripulação, ao receber a informação inicial da primeira curva, deverá verificar a programação do FMS ou conferir a seleção do procedimento. Atenção especial deve ser dada à seleção da pista em uso informada pela TWR-BR.
     
  • O piloto em comando deverá cotejar a informação de primeira curva dada pela TWR e devido à particularidade da DPSI, o piloto deverá chamar o APP imediatamente e após a decolagem (ao sair do solo, ou no máximo, ao cruzar a cabeceira oposta). O atraso na mudança da frequência pode reduzir o tempo hábil para o APP-BR resolver situações de tráfego ocorridas logo após a decolagem.
     
  • Caso, após a autorização inicial, por qualquer motivo, a aeronave seja autorizada a prosseguir para decolagem em pista diferente à inicialmente autorizada, a TWR deve reiterar a informação de modificação do procedimento de saída e do lado da primeira curva.
     
  • Durante as operações de DPSI espera-se que a tripulação esteja especialmente atenta à trajetória do procedimento de saída e à direção da primeira curva após a decolagem. Caso o piloto automático da aeronave execute trajetória diversa da autorizada, a tripulação deve reagir de imediato, retornando ao perfil previsto do procedimento autorizado e informando ao APP tão logo quanto possível.

Casos de suspensão ou cancelamento da DPSI:

  1. Condições meteorológicas adversas na TMA, especialmente quando estas afetarem as trajetórias de aproximação e saída de SBBR;
  2. Decolagem ou aproximação de aeronaves em emergência, transportando Chefe de Estado ou em evacuação aeromédica (TROV/TREN); 

NOTA: Tal supensão será coordenada entre o APP e a TWR, e será informada aos aeronavegantes por fonia.

 Share

NOTAM
Revision: 26 Mar 2022

Utilize sempre o AISWEB para consular os NOTAM vigentes.


NOTA: O que deve prevalecer sempre é o bom senso. Caso o piloto solicite a não simulação de um NOTAM, e isso não atrapalhe a simulação dos demais, tal solicitação DEVE ser atendida. Problemas pontuais devem ser reportados ao nosso time de staff.

 Share

Outras informações
Revision: 07 Mar 2022

INSTALAÇÕES DE COMUNICAÇÕES ATS

  • A Torre Brasília não informará a hora de decolagem as aeronaves. As instruções quanto a frequência do órgão ATC a ser chamado após a decolagem e instruções complementares serão emitidas juntamente com a autorização de decolagem.
  • Nas operações de pouso, os pilotos não reportarão para a Torre Brasília a condição do trem de pouso, exceto nas situações de EMERGÊNCIA com referência ao seu baixamento e/ou travamento.
 Share

Changelog
Revision: 21 Mar 2022
# Data Descrição Autor
- 06MAR22 Criação do documento Luiz Machado (1028723)
×

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use, Privacy Policy, and Guidelines.